Livros Publicados





Sinopse

"Há muito tempo já que eu tenho querido escrever sobre ela, e tenho tentado algumas vezes, porém sem achar uma história que lhe fizesse jus. Por quê? Ah, porque ela não é dessas moças de meu tempo – ainda que tenhamos nascido na mesma década do mesmo século – que apenas se preocupam com o exterior, a casca, e se esvaziam por dentro. Na verdade, e isso me entristece sobremodo, ela é alguém a quem Deus deu um
coração valente, cheio de coragem, de aventura e de paixões; um pensamento cheio de ideias e aspirações e uns olhos (todos meus) que têm em si toda uma gramática de si mesmos, e que, porém, se escondem, dia a dia, sob a sombra de um passado e de pessoas que nele moram que lhe feriram o coração valente e o acovardaram, o pensamento traíram e o maltrataram e a seus olhos fingiram e os enganaram. E, por isso, há muito tempo busco honrá-la com uma história que lhe expresse as mazelas dessa sua tua tão mísera decepção, decepção não só dos outros mas também de si mesma." (Introdução do Capítulo I de À Flor de Minas Gerais, Nascimbene).





https://www.clubedeautores.com.br/book/244799--O_pequeno_GRANDE_homem#.Wg90_mGnGao

Sinopse

Uma história do Amor de Deus às crianças!
"Oi pequenino. Tudo bem com você?
Qual é o seu nome?
Eu me chamo Deus, mas como te fiz muito fofo pode me chamar de Papai do Céu e Amiguinho. Sim, Eu Sou teu Pai – pode perguntar para seu papaizinho e ele te dirá, e ainda que ele negue, Eu não sou outra coisa senão isso...
Esperei você crescer um pouquinho para que pudesse te contar umas coisinhas.
A primeira delas é sobre como te formei quando ainda seus pais nem pensavam em você. Foi assim…
Há alguns anos nasceu teu papaizinho, que fiz com muito carinho e amor. Cuidei dele muito bem, livrando ele de muitas pessoas ruins que não gostavam dele porque nem mesmo de mim gostam. (Sim, caro amiguinho!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário